Como fazer marmita fitness sem gastar muito?

Alimentação saudável e gostosa todo dia parece sinônimo de gastar uma fortuna nos supermercados, né? Tire agora essa ideia da sua mente. Com um planejamento alimentar detalhado do dia a dia e alguns truques na hora de escolher bons produtos, é possível comer bem sem gastar muito. Procurando por como fazer marmita fitness gostosas, nutritivas e o melhor de tudo, com um preço que cabe no orçamento? Então pegue papel e caneta e anote as dicas preparadas pela equipe do o Fio de Azeite.

1 – Tudo começa com um bom planejamento

Essa é a primeira dica de 10 em 10 consultores financeiros: o mais importante é planejar-se. O planejamento da alimentação é um pouco diferente do que na hora de comprar um carro ou notebook, por exemplo. O importante é ter em mente os seus objetivos e possibilidades financeiras.  Alguns alimentos são comuns em qualquer boa alimentação e vão obrigatoriamente ocupar espaço nas marmitas fitness. Porém, alguns outros ingredientes devem ser escolhidos com mais cuidado.

A dica é a seguinte: separe um dia na sua semana para cuidar exclusivamente do seu planejamento alimentar, que deve ser dividido por refeições diárias, e se possível, abranger os cálculos de caloria consumidas por dia. Uma ótima ideia é comprar uma balança de precisão para dividir corretamente a quantidade de carboidratos, proteínas e verduras no seu prato.

Além da descrição de cada refeição, estime um valor gasto em cada uma das marmitas fitness. Para chegar nesse valor, calcule o valor gasto em cada um dos produtos e divida pela quantidade presente no prato. Ao final do cálculo individual de cada ingrediente, some todos os resultados obtidos. Essa etapa é importante para garantir que o cardápio planejado não exceda o seu orçamento e possa ser consumido cotidianamente.

Após descrever detalhadamente cada refeição e o seu valor, distribua o consumo em horários inteligentes seguindo a sua rotina, garantindo que nenhuma das refeições deixe de ser aproveitada por outros compromissos. Anote todas as informações em uma lousa na cozinha ou no bloco de notas do celular, programar alarmes também vai te ajudar a seguir o planejamento à risca. 

2 – Escolha com cuidado os ingredientes

Ingredientes definidos, orçamento estimado e horários planejados, chega a hora de ir ao mercado. Primeiro de tudo, escolha um mercado confiável, se necessário pesquise o nome da loja na plataforma de avaliações do Google e confira as opiniões de outros clientes. Com isso, além de um bom preço, você garante produtos de procedência.

Já nas prateleiras, fique atento aos rótulos, lá você encontra todas as informações dos produtos. Analise a data de validade, os ingredientes e composição e os alergênicos presentes na composição, essa prática simples pode maximizar os seus resultados e evitar muitos problemas, como alergias e indisposições. 

O planejamento alimentar também faz a diferença em evitar tentações causadas pelas propagandas nos supermercados. Esqueça aquela história de o gerente ficou maluco, flexibilize o seu planejamento quando for interessante, e não para todas as promoções nos corredores da loja,

Por último, observe a disponibilidade dos ingredientes sazonais. De acordo com as estações do ano, alguns produtos ficam mais baratos e saudáveis, pois é a época de colheita aqui no nosso país. Morangos, melancias, kiwis e laranjas são ótimos exemplos de frutas para ficar de olho ao longo do ano. 

3 – Alguns aplicativos podem te ajudar 

Pouco tempo para ir até o mercado? Sem crise. Os principais aplicativos de delivery como Rappi e iFood já trazem a opção de fazer compras sem sair de casa. Outro ponto positivo de pedir o mercado em casa é ter mais tempo para escolher os produtos, sem todas as distrações de um supermercado físico. As dicas na escolha dos produtos são as mesmas, com o adicional de ficar atento na hora da entrega, assegurando que todos os produtos tenham chegado até a sua casa em perfeito estado.

Outros aplicativos que podem nos ajudar a montar marmitas fitness são o TudoGostoso para encontrar receitas e sair da mesmice na cozinha e o Evernote, um bloco de notas que salva o seu planejamento alimentar na nuvem. Bacana, né? A tecnologia é cada vez mais uma aliada da boa alimentação e qualidade de vida, no nosso Instagram postamos todas as semanas algumas dicas incríveis sobre como implementar bons hábitos na sua rotina, vamos usar a tecnologia para conversar, não perca tempo e comece a seguir o Fio de Azeite

4 – Controle os gastos com alimentação fora de casa

Okay, sabemos que o tema do texto é como montar marmita fitness sem gastar muito, porém vamos combinar que os gastos com alimentação não se restringem as compras do mês. Você sabia que mais de um terço da renda dos brasileiros é gasto com alimentação fora de casa? Isso mesmo, as idas aos restaurantes correspondem a boa parte dos gastos no seu orçamento.

Por isso, coloque na ponta do lápis o que está sendo gasto com alimentação fora de casa. Caso seja necessário, reserve ocasiões especiais para comer em bons restaurantes e, no dia a dia, opte por uma boa marmita fitness. A dica é de gestão financeira, mas viabiliza uma alimentação saudável para o dia a dia, uma coisa está intrinsecamente ligada a outra. 

5 – Compre ferramentas para facilitar o seu dia a dia 

Pense na seguinte situação: você passou boa parte do domingo planejando o seu cardápio semanal, realizou o mise en place, cozinhou com carinho cada um dos ingredientes e por fim, montou com cuidado as marmitas fitness. Após boa parte do expediente, você se prepara para matar a sua fome com aquela marmita deliciosa, mas ao abrir o pote em que a comida está guardada, percebe que todos os ingredientes da sua refeição estragaram. Ninguém gosta de passar por isso e existem maneiras de evitar essa péssima situação.

Invista em bons potes para armazenar as suas refeições, esse cuidado simples pode evitar enormes desperdícios e dores de cabeça. Estendendo a toda a sua alimentação, algumas ferramentas simples podem garantir economia de tempo na cozinha e melhores resultados. Facas de qualidade, panelas antiaderentes e equipamentos como batedeiras, fornos elétricos e fritadeiras sem óleo também são grandes aliados. 

6 – Avalie constantemente o seu cardápio

Todo processo de evolução passa por uma autoavaliação daquilo que está sendo feito. Sendo assim, vamos levar o ditado “se não está satisfeito com o jogo, então vire a mesa” com seriedade. Antes de começar a elaboração de um novo planejamento alimentar para a sua semana, avalie quais foram os resultados obtidos nos últimos dias. Alguns pontos que podem ser avaliados: as mudanças no seu corpo e na sua mente, gastos com a alimentação e a satisfação com o ato de se alimentar.

Não se acostumou com arroz integral? Troque essa fonte de carboidrato por batata doce ou outro tubérculo. Sentiu falta de alimentos doces no dia a dia? Adicione fatias de melancia no seu café da manhã. O orçamento para a semana foi ultrapassado? Substitua a carne vermelha por frango ou outras fontes de proteína. Mudanças simples e constantes asseguram prazer em seguir uma boa dieta. 

Dica bônus: baixe o nosso planner de alimentação 

Gostou das dicas? Preparamos uma última surpresa para você. Nossa equipe montou um planner completo para quem deseja organizar a sua alimentação do zero. Como montar marmita fitness? Comece baixando esse presente do o Fio de Azeite para você.

É gratuito e está disponível para todo mundo, basta realizar o seu cadastro na nossa plataforma de notícias e pronto. Além do planner de alimentação, você será informado sobre novos conteúdos como esse e outros presentes. Clique aqui e baixe agora.

Vá além da marmita fitness e continue estudando em: Feng Shui: A técnica chinesa para melhorar o ambiente da sua cozinha 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *