Tipos de alimentação: conheça em detalhes e adeque o seu cardápio diário

Tipos de alimentação

Comer em casa e o trivial não significa que a alimentação entrega tudo o que o corpo precisa. Há também a rotina que, muitas vezes, não disponibiliza tempo para focar em uma dieta saudável. 

Vitaminas, minerais e muitos nutrientes estão presentes no comemos, por isso é essencial se alimentar bem. No entanto, pela praticidade o cardápio costuma priorizar comidas rápidas e produtos industrializados. A dieta é pobre e o corpo sente. 

Se a sua intenção é comer de maneira saudável e adequar a dieta a sua rotina, isso é possível. Por isso, listamos 5 estilos de alimentação que você precisa conhecer. Confira a seguir.

Tipos de alimentação: natural

Optar por alimentos sem conservantes e agrotóxicos é uma opção que a cada dia ganha mais força. 

Ter a mesa alternativas que a própria natureza oferece, na época em que frutas, legumes e verduras estão em alta. Sempre frescos e com muita qualidade, sabendo a procedência do que está consumindo. 

A alimentação natural é um estilo que não foca tanto no lado saudável, mas acaba tendo uma relação bastante estreita

O consumo de insumos animais e vegetais com origem orgânica pende para o saudável por não conter substâncias que fazem mal ao organismo. Desta forma, não importa a dieta e seu objetivo final, já que você estará consumindo alimentos que lhe farão bem. 

Tipos de alimentação: fitness

Tendo como foco o emagrecimento, a alimentação fitness também entrega saúde, bem-estar e melhor performance nas atividades físicas

Ela é baseada no consumo de carboidratos e gorduras boas combinadas a proteínas. Também entrega vitaminas e minerais necessários ao organismo, em taxas equilibradas ao tipo de exercício. 

Quando o “fitness” entra na alimentação, é natural a associação da batata doce a essa dieta. Ela faz parte, mas não é o único alimento do cardápio, que é bem vasto. 

A batata doce é um alimento de baixo índice glicêmico, além de um carboidrato do bem. Como ela, abóbora, beterraba, castanhas, lentilhas e outros alimentos entram nessa lista. 

No caso da proteína, que também é bastante presente em uma rotina alimentar fitness, os cortes magros são priorizados. Por isso, peixes e frango são muito presentes na dieta. 

Tipos de alimentação: macrobiótica 

Essa rotina alimentar é baseada na filosofia Yin e Yang, de origem chinesa. Ela apresenta uma alimentação equilibrada e conectada a natureza

Os alimentos consumidos na dieta macrobiótica são bastante nutritivos e naturais, evitando a industrialização e processamento dos mesmos.  

Isso significa que ele é bem vasta em grãos, frutas, sementes, peixes e vegetais. Além disso, exclui opções industrializadas, como a farinha refinada, açúcar, alimentos lácteos e produtos químicos. 

Nesse estilo, o foco é balancear as energias da natureza através da alimentação. Por conta da filosofia chinesa, o equilíbrio entre corpo e mente é sinal de saúde.

Tipos de alimentação: vegetariana

Bastante conhecida, essa rotina alimentar não inclui o consumo de carnes, tendo como base alimentos de origem vegetal. 

Os ovolactovegetarianos continuam consumindo laticínios, seus derivados e ovos. Já os veganos têm uma dieta muito mais restrita e não comem qualquer tipo de insumo animal.

Para muitas pessoas, não consumir carne indica que não haverá proteínas na alimentação, algo que é essencial ao organismo. 

A verdade é que a dieta vegetariana obtém as proteínas pela ingestão dos alimentos permitidos ao grupo. Sendo assim, o consumo de leguminosas e oleaginosas são suficientes para suprir o nutriente. 

Outros minerais, como o ferro, também são obtidos pelo consumo de legumes e vegetais. Neste caso, através das folhas verdes escuras, castanhas e cereais. 

Cerca de 70% do ferro encontrado na carne bovina, por exemplo, também está em alimentos de origem vegetal. 

Por tanto, ter uma alimentação vegetariana ou vegana não é sinônimo de uma dieta pobre em nutrientes. Na verdade, é exatamente o contrário. 

Tipos de alimentação: lowcarb

Outra forma de alimentação que tem ficado cada vez mais popular, principalmente se há o objetivo de perder peso. 

Além de saudável, a lowcarb traz como resultado o aumento da saciedade e do colesterol bom. E, claro, a queima de gordura de forma acelerada, promovendo um rápido emagrecimento. 

O princípio da dieta lowcarb é o baixo consumo de carboidratos, eliminando da rotina refrigerantes, açúcar, farinha branca e massas. Alimentos processados e industriais também são evitados, tornando esse tipo de alimentação bastante saudável.

Existe o melhor tipo de alimentação? 

Uma alimentação saudável é sempre a melhor opção. Desta forma, o estilo é apenas um complemento ao que você busca em uma dieta. 

Além de saudável, a rotina alimentar precisa atender às suas necessidades em relação a idade, restrições e também preferências. 

Por exemplo, para pessoas que convivem com a diabetes, o consumo de açúcar é bastante controlado e, na maioria das vezes, quase nulo. 

Para este caso em específico, o melhor estilo seria a alimentação lowcarb, onde há um baixo consumo de carboidratos e açúcar. 

Se a sua intenção é perder peso, a lowcarb também é uma alternativa. No entanto, como cada organismo age de formas distintas, ela pode não funcionar a você. Assim, outras opções, como uma dieta natural ou fitness, podem ser viáveis. 

Em resumo, o melhor estilo alimentar é aquele que, sobretudo, atende suas necessidades e entrega os nutrientes, minerais e vitaminas que organismo precisa. 

E como conheceu 5 tipos de alimentação bastante saudáveis, pode escolher aquela que é a melhor para você. 

Conhece algum outro tipo de alimentação que não apareceu aqui? Conte para nós nos comentários sobre ela!

Continue aprendendo em: O que servir no café da manhã

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *